O ÓCIO OLÍMPICO

Depois de alguns dias de veranico em meio ao nosso inverno, a quarta-feira amanheceu chuvosa e fria, como os meteorologistas já previam.
Dei então uma olhada no noticiário olímpico da TV. Após as recentes medalhas do skate, surfe, natação e judô, perguntei a mim mesmo se ainda persistia minha inspiração pra praticar mais exercícios, ou alguma atividade física para o benefício do corpo e da mente. Confesso que cheguei a ir a pé até o mercado e à feira ultimamente.
Mas hoje, sentado diante da escrivaninha, com uma caneca de chocolate nas mãos e meias de lã nos pés, vendo através da janela a chuva tamborilando com cadência no telhado do vizinho, a vontade de ficar no meu canto, ao abrigo do frio, falou mais alto. O máximo que me permito é um alongamento de braços, devidamente instalado na poltrona, pra endireitar a coluna, acompanhado de um bocejo preguiçoso.
O clima, enfim, induz ao recolhimento, ao aconchego, às manobras nada radicais de meditação e exercícios de reflexão.
“Mens sana in corpore…insano ” !
Pensei então nos nossos atletas que nos representam lá no Japão. Quanta vontade, quanta persistência, quanto foco nos treinamentos, driblando as dificuldades, brigando com as adversidades, nadando contra a corrente dos obstáculos impostos pela vida. Independentemente de serem premiados com medalhas, são todos heróis. Merecem nosso carinho e respeito.
Enquanto estiverem lá, lutando por conquistas, nós estaremos aqui, torcendo por eles no conforto dos nossos lares. Algumas medalhinhas, entretanto, não farão nenhum mal, né ?
Que os deuses do Olimpo digam Amém (Oh! Sacrilégio!)
Enfim, que cada um faça sua parte,…e vida que segue…

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Curta nossa página no Facebook e acompanhe as crônicas mais recentes.

Crônicas Recentes.