Sofrência: da beleza em Lucão & Lucarelli

Não ! não cultiveis a tosca rivalidade com os argentinos…. tanto curtimos Piazolla os contos de Cortázar para dar alimentar os arroubos anti-portenhos em Copa do Mundo : nunca me peguei com esse sentimentos hostis em prejuízo do sonho continental de libertação latino-americana! já não basta o imperialismo ianque Eduardo Galeano ? que por sinal era uruguaio , cronista maior de todas as partidas e expôs todas as veias abertas do Prata aos nervos caribenhos e andinos … quão adjetivos nossas narrativas e quanto pano para manga não inspiraria a Galeano esse tira-teima matutino no vôlei Brasil e Argentina….que garra na virada de sangue e garra diante dos rompantes de agressividade e nítida prepotência , não que sentisse algum comichão da velha e tola rivalidade : não é que parece fatalidade essa rixa introjetada?!  torcer sôfrego pelos sorrisos meigos e lindos de Lucão e Lucarelli que dão rima! rostos de bom moços entregues a renhida disputa quase se estranhando com os argentinos em sua antipática auto-suficiência …. caso a parte a sapiência posta a prova de Renan que é de meu tempo quando o vôlei começou ser levado em conta na brasilidade e só agora tem mesmo cara de seleção verdadeiramente brasileira porque era esporte meio com cara coxinha  de elite e agora vibra com direito ora direi ouvir estrelas com direito sim ! a alguma antipatia atávica com os portenhos nas quadras e campos….no vôlei diga-se de passagem algo de ´brechtiano´ uma catarse minimalista só entrecortada pela parede imaginária da rede contendo ímpetos indizíveis salvos por cortadas libertadoras….bravos guerreiros em luta renhida lindos rapazes ! que venham os russos nova peleja …..

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Curta nossa página no Facebook e acompanhe as crônicas mais recentes.

Crônicas Recentes.